21 julho, 2010

Papo sério - consumismo


Tem um vídeo que me influenciou profundamente e fez eu mudar meu modo de pensar e agir na minha vida. O vídeo se chama “The Story of Stuff”, de Annie Leonard.

A tradução de “The Story of Stuff” pode ser “A história das coisas”, mas na verdade quer dizer “A história da tranqueira”. É um vídeo muito bem bolado e explicativo sobre o consumismo da sociedade atual. Sobre como nos tornamos máquinas de trabalhar para poder consumir sempre mais e mais.

Pense em como viviam os nossos avós... Eles não tinham tanta necessidade de ganhar dinheiro quanto a gente. Viviam sem celular, sem internet, sem roupas e tênis de marca, sem comida pronta, sem TV a cabo, sem delivery, sem videogame, sem carro (praticamente), sem descartáveis, etc. E viviam muito bem! Viviam do que plantavam, do que produziam, normalmente com as próprias mãos. Minha avó plantava e colhia os alimentos que eram consumidos na casa, que foi construída pelo meu avô e pelo pai dele. Ela criava animais, usava as plumas dos gansos que ela matava pra fazer cobertores (que ainda temos até hoje), costurava as roupas, cuidava dos filhos, enfim, meus avós eram auto-suficientes no sítio onde moravam.

Isso tudo pode parecer muito chato hoje em dia, e trabalhoso, mas o fato é que eles praticamente não contribuíram para detonar o planeta e a natureza. Eles consumiam o que plantavam, então não precisavam ir ao mercado comprar comida que havia sido produzida longe e trazida de caminhão por quilômetros e quilômetros até eles. Eles costuravam as próprias roupas, então não eram vítimas da moda e nem compravam roupas (ou cobertores) importadas da China. Eles construíram a própria casa com madeira extraída do sítio mesmo, e no sítio havia uma grande área de mata virgem que eles preservavam. Eles não produziam lixo, pois como praticamente não consumiam nada eles não tinham contato com embalagens, sacos plásticos, etc. E todo o lixo orgânico era colocado numa composteira, e mais tarde virava adubo para a plantação.

Só que depois veio a modernidade, a globalização, e o mundo foi ficando diferente, e a vida das pessoas também. E duas gerações depois, aqui estamos nós! A modernidade é ruim? Bom, eu penso que ela tem um lado muito bom, que é a capacidade de conectar as pessoas, de agilizar as coisas, a praticidade. Mas com certeza tem muita coisa ruim também. E o impacto ecológico é uma delas.

Mas de qualquer forma a modernidade não é o problema, o grande vilão da atualidade é o consumismo. É a “necessidade” que a gente cria de ter coisas, adquirir cada vez mais coisas, pra ser feliz. Não basta ter um computador, ele tem que ser o mais moderno. Assim, a gente troca de computador a cada 2 anos. Não basta ter celular, ele tem que ser de última geração também. A moda muda o tempo todo fazendo a gente acreditar que precisa comprar roupas novas, pra não passar vergonha. E tudo isso é muito bem explicado no vídeo. E depois de assisti-lo não dá mais pra continuar com o pensamento consumista. A gente passa a enxergar o todo, o funcionamento da máquina, e é tão bom! É tão bom não se sentir mais vítima dessa armadilha.

Vá em frente, assista ao vídeo também! Abaixo estão os links:

Com legenda:

http://video.google.com/videoplay?docid=-3412294239230716755#

Original em inglês:

http://www.youtube.com/watch?v=9GorqroigqM

Dublado em português:

http://video.google.com/videoplay?docid=-7568664880564855303#

3 comentários:

Magnum Opus disse...

Massa o video... Mas tem uma diferença entre nós e as nossas vovós: elas (as vovós) não eram bombardeadas com todas essas propagandas de consumo. Elas viviam da própria subsistência e eram felizes assim pq era normal ser assim.

Eliane disse...

Dani, lembrei da casa dos meus pais porque é muito parecido com a de seus avós. tenho muito orgulho disso.

Hadas disse...

Dani,
esse vídeo é uma contribuição para argumentar com outras pessoas sobre o assunto. Vou passar adiante!
Beijo!