29 novembro, 2010

Ideia brilhante - cabaninha prática

Todo mundo que convive com crianças (ou mesmo quem já foi uma) sabe que elas adoram brincar de cabaninha.

Sendo assim, em um natal, ou aniversário, já não me lembro, compramos pra Nina uma dessas cabaninhas da turma da Mônica. Ela curtiu bastante, mas chegou o dia em que não aguentávamos mais aquele trambolho no meio do quarto e desmontamos. E assim ela permaneceu, desmontada por um tempão.

Outro dia achamos ela de novo, e lá foi o maridão montar. E xingou, porque é meio chatinho. Atenção, não estou dizendo que meu marido teve dificuldades pra montar a dita cuja, mas não seria melhor se o processo fosse tão simples que a própria criança pudesse montar? Enfim, ele montou lá fora, a criançada do condomínio foi chegando, e logo estavam apavorando dentro da barraquinha. Resultado: dois caninhos (sei lá como se chama aquele troço da estrutura da barraca) quebrados. Maridão xingando remendou com fita isolante e mandou a criançada não extrapolar mais lá dentro da barraca. No fim do dia, desmontamos ela e guardamos, lá em cima do armário, e toda vez que a vejo me dá cinco tipos de arrepio só de pensar em todo esse rolo de novo, de monta, aguenta o trambolho no meio da casa, desmonta tuuuudo de novo...

Como a barraca vive guardada, quando a Nina quer brincar de cabana ela inventa, claro. Pega os cobertores e joga por cima da mesa de jantar. O problema é que eles não têm um tamanho certo, ela coloca alguns, um por cima do outro. Daí eles ficam escorregando, e ela pega objetos pesados pra colocar por cima pra segurar as cobertas, até que vem o Rafa e puxa tudo... Enfim, é uma sessão!

Mas hoje eu recebi uma ideia por e-mail (acho que o site é americano) que eu achei simplesmente brilhante. Pelo que eu entendi é uma artesã que faz “capas” para transformar mesas (de jantar) em cabaninhas. Ela faz num tamanho meio padrão lá do exterior ou faz sob encomenda.




O site da loja dela no Etsy é http://www.etsy.com/shop/missprettypretty?section_id=5577944

e o impressionante é ver a quantidade de modelos que ela desenvolveu. Ela faz as cabaninhas em feltro, e alguns detalhes são com velcro, pra criança poder mudar de lugar, e tal. Eu achei a ideia fantástica porque:



1) É só jogar por cima da mesa, não precisa montar nada
2) Não tem peças que quebram (desde que sua mesa seja firme, e tenha 4 pernas, bem normal)
3) A cabana não ocupa nenhum espaço novo na casa, e se você for usar a mesa basta tirar a capa (ou jantar por cima dela, com a criançada brincando no seu pé, hehe)
4) Quando acaba a brincadeira é só tirar, dobrar e guardar, não ocupa espaço.


Claro, eu sei que é difícil a gente comprar isso aqui no Brasil, mas a ideia é cada um fazer sua própria casinha, com as medidas da mesa que tem. Pode ser de um tecido mais leve, já que aqui no Brasil é mais quente. Quem não sabe costurar, ou não tem uma mãe/avó/tia costureira, vale até mesmo pagar pelo serviço.






Fica aqui a dica, pra quem já tem ou ainda vai ter filhos! Com certeza qualquer criança ia adorar uma dessas!

9 comentários:

Magnum Opus disse...

Bem legaus essas "cabaninhas"! Meu sonho era ter uma casa em cima da árvore... Poxa seria tão legal, acho que o meu sonho continua sendo uma casa em cima da árvore!

Silvia Hadas disse...

Dani! Que idéia maravilhosa!
Eu adorei! E, quando tiver meus pimpolhos, quero fazer uma para eles! Sob medida na mesa que irei comprar! hahaha!
Amei mesmo!! Que trabalho lindo!
Beijo!

Eliane Felisbino disse...

Já imaginei a da Lorena.
Bjs,

Anônimo disse...

Dã, simplesmente fantástico!!

Adorei a idéia. Assim que minha mãe vier pra SP vou pedir pra ela fazer para as crianças! Uh!Uh!
beijo!!

Je disse...

Muito bacana a idéia. Vou começar a fazer esse serviço de costurar barraca :)
Beso

Dani disse...

Pois é, Je, preciso dizer que pensei em você quando vi isso!

Beijo!

Pé Mimado disse...

Adorei a ideia. Muito bacana! Os meus sobrinhos iam adorar...

Bi disse...

Que idéia genial!
Mas achei as barracas altas... elas estão mesmo em cima de mesas?! rs
Quem sabe eu não invento uma dessas pro Nicholas, né?! :)

Anônimo disse...

Adorei essa ideia..Vale a pena tentar fazer em casa...