10 setembro, 2010

Por que consumir orgânicos?

Os alimentos orgânicos são aqueles produzidos sem o uso de pesticidas e com adubação apenas com produtos naturais, nada de fertilizante químico. Como estou me naturebando (vixe) pra viver uma vida melhor, fui pesquisar quais são os motivos da gente procurar comprar os alimentos orgânicos. Eles costumam ser mais caros, será que vale a pena? Se você tem essa dúvida, veja abaixo 10 motivos pra gastar um pouquinho mais quando for fazer a feira...

1) O principal motivo, pelo menos pra mim, é o fato de que alimentos orgânicos não contêm pesticidas, que são venenos que repelem os insetos indesejados da lavoura, mas que ficam retidos nos alimentos, nas cascas... Muitas vezes lavar bem o alimento não retira o veneno todo. E se é veneno, com certeza não faz bem pra gente também...
2) Os pesticidas são prejudiciais principalmente pras crianças no começo da vida, é por isso que os pediatras pedem pra não dar morango antes de 2 anos de idade, pra descascar as maçãs... O veneno no corpo de um adulto não faz tanto mal quanto no corpo de uma criança.
3) Os alimentos orgânicos são mais nutritivos e mais saborosos.
4) Quando consumimos orgânicos ajudamos o pequeno agricultor, já que agriculturas orgânicas não conseguem ser muito extensivas.
5) Além de incentivar o pequeno agricultor, ajudamos a proteger a saúde dele também, já que ele não tem que lidar com os venenos.
6) Uma agricultura orgânica não consome fertilizantes e pesticidas artificiais, que são produzidos em grandes fábricas, reduzindo a poluição e o aquecimento global.
7) Quando não são utilizados químicos na lavoura, o solo não é contaminado, fica protegido e mais fértil.
8) Se o veneno não vai pra terra também não chega aos rios e lençóis freáticos, protegendo a água.
9) Além disso, não havendo veneno no ambiente a biodiversidade (plantas, animais e microorganismos) local também fica intacta.
10) Se a gente gastar um pouquinho mais comprando orgânicos com certeza economizaremos mais pra frente, com remédios e consultas médicas.

E nem sempre é preciso gastar muito com alimentos orgânicos. Eu descobri uma vendinha bem pequena perto de casa pertencente a uma família de italianos, quem cuida da venda é a dona Ivone, uma simpatia de senhora, que conversa um monte e faz as contas todas de cabeça. Então essa família planta os alimentos ali mesmo, ao lado da venda (as verduras, principalmente, que demandam mais cuidados) e numa chácara deles um pouco mais longe dali. E sem usar agrotóxicos. E o preço é praticamente o mesmo do mercado. Nem sempre as frutas e legumes são tão bonitos quanto os do mercado, afinal, não foram “protegidos” pelos pesticidas nem cresceram tanto por causa dos super fertilizantes, mas o gosto... é outra história!

Eu espero que cada vez mais pessoas passem a comprar orgânicos, para que aumente o número de produtores orgânicos e quem sabe os preços caiam. Assim, todo mundo vai poder levar uma vida mais saudável!

8 comentários:

Magnum Opus disse...

Tem uma feirinha de orgânicos que acontece toda quarta (se não me engano) na praça do Japão e também tem a parte nova do mercado municipal que é especializada em orgânicos. Tem de tudo lá, desde verduras até restaurantes, cafeterias etc. Tudo de origem orgânica. Mas eu acho que o negócio ainda não pegou direito pois sempre que eu vou lá tá tudo vazio enquanto a parte tradicional tá bombando...

Eliane Felisbino disse...

Eu estudei sobre o cultivo de produtos orgânicos. Passei um mês em Santa Rosa de Lima, uma pequena cidade de Santa Catarina, pioneira neste tipo de cultivo.
O alimento é mais caro porque a produção exige muito mais cuidado, por exemplo, o agricultor precisa ficar 2 anos com a terra em repouso (para que o veneno saia), as fontes de água são protegidas e ele não pode plantar em grande escala, porque todo o cuidado é manual.
Em compensação onde meus pais moram o plantio é tradicional, usam muito agrotóxicos e muitas vezes sem seguir as normas indicadas. Envevenenam os rios, a terra e a quem compra os produtos. Eles sabem que faz mal, pois é costume plantar uma parte separada (sem veneno) para consumo da família.

Bi disse...

Aqui tem muito disso, até daquelas papinhas pra bebê que vem em potinhos, tudo de origem orgânica.
Não vou dizer que compro 100% dos produtos orgânicos, até porque, nem sempre a gente acha tudo o que quer sendo orgânico, mas boa parte compro sim.
Aqui em casa já começamos a substituir muitas coisas, pra assim como você, levar uma vidinha mais saudável. Carne vermelha é algo que muito raramente eu compro. Substituímos pela carne branca (inclusive de peru, que é muito fácil achar aqui) e pelos peixes; outra coisa também foram o arroz e o macarrão que agora só são integrais aqui em casa. =)

Dri disse...

Bom, fiquei inspirada... se eu achar um lugar p´roximo que venda, vou comprar pra ver quanto impactará no orçamento.
Alguém sabe me dizer o que é um boi orgânico?

Pé Mimado disse...

Dani!

Acho muito legal alimentos orgânicos. Nem acho tão caro, visto que são alimentos saudáveis e sem agrotóxicos...só acho difícil encontrá-los. Não é em todo mercado que vc consegue comprar produtos orgânicos. Agora é que está sendo mais fácil...
Eu sou fã...espero poder consumir mais coisas naturais. =)

beijos pra vc!

Raphael disse...

Oi Dani, teu blog é muito legal! Agora sou ter seguidor tbém.

Vegetais orgânicos são até bem acessíveis realmente, mas a carne orgânica ainda é super cara.

;-)

Je disse...

É por isso que quero ter a minha casinha pra poder plantar cada vez mais coisinhas.
Denis a feira de organicos na praça do japão é quinta e no sabado tem uma feira muito boa no Passeio Público, mas tem que ir bem cedinho!

Dani disse...

Ane, fiquei impressionada em saber que os agricultores plantam orgânicos pra consumo próprio. Tá vendo, eles sabem mesmo o quanto os alimentos com agrotóxicos são ruins...

Beirauti, o boi orgânico é o boi criado sem hormônios de crescimento, e acho que também só com alimentos orgânicos, assim a carne dele é saudável. O frango também tem esse problema de hormônios. Sabe que hoje em dia as meninas estão entrando na puberdade bem mais cedo do que antigamente e parece que um dos culpados é o hormônio de crescimento que é aplicado nos animais, que a gente acaba consumindo. Duro é encontrar carne orgânica (eu nunca vi) e o preço, então... deve ser proibitivo. O jeito então é consumir bem pouca carne.

É isso aí, vamos trocando informações...

Beijos a todos!