22 setembro, 2010

Boa notícia - o mundo tem jeito!

Bom dia pessoal!

Hoje vim trazer uma boa notícia de uma velha conhecida nossa. Vocês se lembram do meu post sobre a menina que (a mãe) estava deixando o cabelo crescer pra poder cortar e vender, pra trocar as telhas da casa deles? (http://interferenciapositiva.blogspot.com/2010/06/e-cada-uma-que-gente-escuta.html)

Pois então, na segunda-feira encontrei mãe e filha de novo no ponto do ônibus e adivinhem? Ela cortou o cabelo, mas só um pouco, elas não cortaram o cabelo curtinho pra vender. Mas também não está mais aquele cabelão gigante. Ela está super bonitinha!

Fiquei tão feliz em ver que provavelmente a mãe da menina chegou à conclusão de que é mais importante a filha se sentir bem do que vender o cabelo...

Isso me dá mais esperança, me dá realmente um sentimento de que o mundo tem jeito!

Boa quarta-feira a todos!

7 comentários:

Dri disse...

hehehehehe, achei que você ia comtar outra coisa, mas ainda assim, achei legal o final dessa história do cabelo!

Bi disse...

Ahhhhhhh! Boas notícias, mas...
E será que ela só não aparou as pontas pro cabelo crescer mais forte, ficar mais comprido e ela conseguir mais $$$ nele????

Ops...

Não quero parecer pessimista, mas há uma grande possibilidade...

...ou não! rs

Beijo e boa quarta!

Dani disse...

Hahaha, não, Bi, ela cortou tipo mais de 1 palmo, acho que não teria cortado tanto se ainda fosse vender...

Vamos ter fé na humanidade! rs

Beijos!

Magnum Opus disse...

Caramba, eu espero que a mãe realmente tenha chegado a essa conclusão!

Eliane Felisbino disse...

Se fosse a tia a história seria outra.
Quando eu pequena lá em Barabacena...rs, um dia fui passaer um final de semana com um tia na cidade. Ela aproveitou para me deixar bonita: foi no salão e mandou cortar meu cabelo bem curtinho e fazer PER-MA-NEN-TE!!!! (meu cabelo era lindo, meio loirinho, volumoso e enorme. Ficou curtinnho e enrolado (meio queimado a química era muito forte e fedidaaaa)
Acho que eu tinha uns cinco anos, mas lembro que fiquei horrível. Chorava todos os dias. Minha mãe nem ligou.

Mas, agora que isso me veio a memória ficou a pergunta: será que ela vendeu meu cabelo.

Je disse...

O mundo tem salvação heheh.
Puxa Eliane fico só pensando na sua situação, que tia malvada!

Pé Mimado disse...

Ai ai ai...alguma boa alma tocou o coração dessa mãe. Eliane, fiquei com dó de vc, agora. Mas eu tb já passei por isso...só que eu fui num cabeleireiro malvado...foi ele quem cortou o meu cabelo, qdo eu tinha 15 anos (imaginem, tipo Sandra Annenberg...fiquei parecendo uma bolacha Maria...horrorosa, mas depois o meu cabelo cresceu bem mais forte. No fim foi uma boa solução...hehehehehe!